Logo do blog

Logo do blog

publicidade5

publicidade5

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Iniciativa Popular na Rádio Nova Búzios Online 1


Todos os leitores do blog estão convidados a ouvir a Rádio Nova Búzios Online, amanhã às 16:00 horas, no site www.clickbuzios.com .
Estaremos discutindo, todas as terças-feiras, de 16:00 às 17:00 horas, via Rádio, as postagens feitas durante a semana.



Carona

Foto enviada por Valéria Celiz da  Associação Protetora dos Animais São Francisco de Assis de Armação dos Búzios.

O Controle Social na Administração Pública

Palestra: “O Controle Social na Administração Pública”.

Palestrante: Dra. Lizete Verillo, diretora de combate à corrupção da Amarribo Brasil desde 2003, psicóloga e consultora organizacional com pós-graduação em Administração Organizacional pela PUC– SP e MBA em Gestão Empresarial.

Data: 9 de Novembro de 2011



Horário: 19h


Local: Branca Confeitaria
Endereço: Praça Porto Rocha, 15 - Centro - Cabo Frio – RJ
Após a palestra será oferecido um coquetel aos presentes.

As inscrições são limitadas, sua presença deverá ser confirmada por telefone através de um dos seguintes números: (22) 2645-6524 ou (22) 9968-4020.

Estou farta do populismo desmedido!!!!!!!!

Hoje, 29/10, li a coluna “Juntos pela Educação”, de autoria do Felipe Lopes, JPH, p. 4, em que ele narra uma reunião que fez na Rasa, com mulheres, para conhecer seus anseios. Diz que uma das mulheres, com situação desesperadora, lhe pedia que a ajudasse a arrumar uma vaga na creche.

O Vereador se ocupa em narrar o quanto ficou comovido, com aquela situação, filosofa, e anuncia a injustiça do sistema. Pensei, a essa altura, que poderia renovar minha esperança, mas, qual o quê!!! Felipe Lopes não tece um comentário sequer sobre a escassez de creches no Município. Inclusive, não remonta à época de campanha, (está no plano de governo, que guardei em casa, porque tenho um grande desejo de entrar na justiça por estelionato eleitoral) em que o atual prefeito se comprometeu a construir uma creche em cada bairro.

O Vereador, da base de sustentação do governo, deveria se ocupar, sim, mas de exigir que o atual governo cumprisse suas promessas de campanha, sendo uma delas a construção de creches decentes e não aquele arremedo de creche que colocou na Rasa. Mas, o populismo do Vereador não ficou só na comoção a respeito de uma situação que parece novidade apenas para ele. O seu Projeto de Lei 20/10 é o golpe de misericórdia!!! Mais do que um equívoco, é de um populismo inaceitável.

Gostaria de ter lido, no artigo do Vereador, que ele se empenharia, a fim de atender não só as mulheres da Rasa, mas todas as mulheres trabalhadoras de Búzios, em destinar  recursos generosas, na Lei Orçamentária Anual, para a construção de mais creches e de creches bonitas e decentes.

Ainda há tempo. Acredito, por ser tão jovem, que Felipe Lopes não se sinta tão confortável na pele do político profissional em que se transformou, nos últimos dois anos. Desejo sinceramente que esse desconforto não seja uma fantasia e que possa dar as mãos ao jovem idealista que conheci outrora, resgantado-o.

Cristina Pimentel

sábado, 29 de outubro de 2011

Educação de qualidade

No BO desta semana (nº 506) tem uma notícia da secretaria de educação: "Inicia a construção da nova Escola municipal de São José". Nela somos informados que "a prefeitura de Búzios iniciou esta semana a construção da nova Escola Municipal de São José. Voltada para o segundo seguimento do Ensino Fundamental, do 6º ao 9º ano, a nova escola...". Mais na frente, pra provar que não foi erro de digitação, ficamos sabendo que a nova escola vai liberar unidades educacionais "para atendimento da Educação Infantil e do primeiro seguimento do Ensino Fundamental, do 1º ao 5º ano".

Quem assinou a notícia (secretaria de educação) comete um erro muito comum- mas inadmissível na secretaria que deveria ser da educação- que é confundir segmento (parte, porção) com seguimento (sequência). 

Como ter educação de qualidade assim?        

Virou bagunça 10

Sempre que temos dificuldade de encontrar o BO pode acreditar que tem alguma coisa "estranha" nele. O de número 506 (21/10/20110) só foi distribuído na Câmara de Vereadores na quarta- feira (dia 26) passada. Eu só o encontrei na quinta na banca do Peixoto, no Centro. E não é que tem uma coisa muito estranha nele: um termo aditivo de reequilíbrio financeiro do contrato nº 05/2010. 

Esse contrato foi assinado no dia 15/01/2010 com a "Facility Central de Serviços Ltda" para "serviço de limpeza e conservação do hospital" no valor de R$ 1.459.892,48 por 12 meses (BO 431). O que dá R$ 121.657,70 por mês. O tal do "aditivo de reequilíbrio financeiro" faz o preço do serviço subir mais de 20%, indo para R$ 146.372,46 por mês. E a coisa não para por aí. Tem mais duas coisinhas estranhas: 1) o tal "reequilíbrio" é assinado no dia 14/10/2011 mas retroage a março de 2011; 2) o objeto muda, sem mais nem menos, para "serviços de higienização tipo hospitalar e controle de pragas e vetores".     

Cadê as demolições, secretário?

Na sessão da Câmara de Vereadores do dia 11 deste mês o secretário-sabe-tudo-faz-nada-gelatinoso- 00%planejamento-0%ação prometeu fazer algumas demolições de obras irregulares na cidade. Considerando tal atitude da secretaria como de vital importância para a preservação da qualidade de vida no município relembramos aqui- para que não cai no esquecimento- as construções citadas: 

1) Boate Pachá - Galeria comercial de três andares do senhor Nani Mancini. Segundo o secretário, o prédio foi construído e aprovado pelo ex-secretário. O processo teria desaparecido da secretaria (Ruy Borba).

2) Demolição do Fórum da cidade. Para a empreitada o secretário pede o apoio dos vereadores.

3) Puxadinho do Lake Garden.

4) Búzios Lodge. Construção localizada atrás do Cajaíba. A obra está embargada (Ruy Borba).

5) Terceiro andar da casa na entrada da Marina. O secretário afirmou no seu depoimento  que o terceiro andar tem que ser demolido. 

Vamos ver se o secretário-sabe-tudo-faz-nada, incompetente pra construir algo, pelo menos, é competente para demolir.        

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Búzios: de portas abertas para a dengue 2


Recebi as fotos acima por email. É muita irresponsabilidade deste desgoverno deixar uma piscina do PSF do Cruzeiro neste estado. Isso é descaso com a saúde da população buziana. Não se esqueçam que o prefeito é responsável por isso!

Efeito Chiquinho 2

Na terça-feira, dia 25, o prefeito de Búzios, Mirinho Braga, disse no programa de rádio da Iva Maria, na Estação 104 de seu amigo Mário do Chez Michou, que vai construir um teatro em Búzios até o final de seu governo. Podemos dizer, com certeza, que a vanguarda do atraso que nos desgoverna está respondendo tardiamente ao pré-candidato Chiquinho que diariamente em seu programa de rádio o critica por não ter,  em três administrações, construído equipamentos culturais para a população buziana, em especial, um teatro. Quer dizer, então, que se Chiquinho tivesse aparecido por aqui logo depois da emancipação, já teríamos um Hotel-Escola, o Mercado do Artesão, o Mercado do Produtor Rural e o Entreposto Pesqueiro? Mirinho só age quando se sente ameaçado politicamente. Toninho Branco, diferentemente de Chiquinho, sempre foi a oposição que Mirinho queria, pois o criticava, de quatro em quatro anos, apenas durante o período eleitoral. Mirinho agora está sendo pautado por seu principal adversário, prometendo mais uma vez fazer aquilo que já prometera. Mas como entupiu a prefeitura de amigos,  cabos eleitorais e os seus indicados, ultrapassando inclusive o limite prudencial de gasto de 52,25% do orçamento (ver BO 503, página 4) com a folha de pagamento (R$ 79.530.959,20), não tem um tostão pra investimento nesses equipamentos públicos. A vaca já foi pro brejo, prefeito!

Anteriormente, o prefeito prometera instituir uma escola de segundo grau na Rasa, na Escola Maria Rita, depois que o prefeitável Chiquinho fizera críticas contundentes à sua administração por não ter construído nenhuma escola de segundo grau no Além- Pórtico dos excluídos.

Ver: "Efeito Chiquinho 1" 

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Governo do Estado arma pegadinha na Via Lagos para faturar com multas

Estive no Rio nos dois últimos finais de semana e observei uma novidade na Via Lagos: vários carros (radar móvel) como esses da foto estavam estacionados no acostamento da estrada. Quase todos se encontravam com o caput aberto e alguns cones em volta, como se estivessem enguiçados. Na sua sanha de faturar com as multas, o governo do estado fere todas as leis que regulamentam a fiscalização eletrônica. A placa de sinalização móvel do radar encontrava-se muito próxima ao mesmo. A lei obriga que ela deve ficar a 1km de distância, no mínimo. Além de não trazer as letras em vermelho. Todos os radares estavam instalados a menos de 5 (cinco) quilômetros após sinalização de descontinuidade de velocidade, de maior para menor. Você vem a 100km/hora (velocidade permitida na via)  e, de repente, aparece uma placa de 80km/h para logo em seguida voltar a 100km/h. Chegamos ao absurdo de logo depois da fiscalização eletrônica fixa de 50 km/h por causa de uma escola encontrarmos um outro aviso de 50km/h sem nenhum motivo.  

Está claro que a pegadinha não foi armada para educar os condutores a fim de torná-los mais prudentes, evitando acidentes e transtornos no trânsito e sim para sustentar campanhas eleitorais ou indústrias de multas para aumentar a arrecadação do Estado.

sábado, 22 de outubro de 2011

Sigam as Tomografias 2

Seguindo a recomendação feita pelo Dr. Marcelo no blog do professor Chicão (ver : "Dr Marcelo Paes  e a Saúde em Búzios e Cabo Frio") pesquisei os parâmetros recomendados de cobertura assistencial do SUS estabelecidos pela portaria 1.101/2002 do Ministério da Saúde. O número de tomografias computadorizadas feitas por ano deve corresponder a 0,20% do total de consultas médicas anuais. A portaria considera que cada habitante faz, em média, de 2 a 3 consultas médicas por ano. Vamos considerar para os nossos cálculos o valor mais alto de 3 consultas/hab/ano.

1) Araruama - População: 112.008 hab. Consultas médicas anuais: 336.024. Número de tomografias computadorizadas aceitável: 0,20% de 336.024 = 672.
2008= 672; 2009= 427; 2010= 144; 20011 (até agosto)= 156.
Avaliação: dentro dos parâmetros. 

2) Armação dos Búzios - População: 27.560 hab. Consultas médicas/ano: 82.680. Tomografias: 165.
2008= 7; 2009= 23; 2010= 23; 2011= 35.
Avaliação: ok.

3) Arraial do Cabo - População: 27.715 hab. Consultas médicas: 83.145. Tomografias: 166.
2008= 24; 2009= 21; 2010= 21; 2011= 13.
Avaliação: ok.

4) Cabo Frio - População: 186.227 hab. Consultas médicas: 558.681. Tomografias: 1.117.
2008= 5.229; 2009= 5.377; 2010= 6.004; 2011= 4.470.
Avaliação: são mais de 4.000 tomografias por ano acima do aceitável! 

5) Iguaba Grande - População: 22.851 hab. Consultas médicas: 68.553. Tomografias: 137.
2008= 7; 2009= 18; 2010= 40; 2011= 22.
Avaliação: ok.

6) São Pedro da Aldeia - População: 87.875. Consultas médicas no ano: 263.625. Tomografias: 527.
2008= 270; 2009= 221; 2010= 155; 2011 (até agosto) = 779.
Avaliação: no ano corrente, até o mês de agosto, já ultrapassou o parâmetro recomendado. 

O Prefeito e as pesquisas IV

Veja o link: http://chevismo.com/h/67843

Comentários:


Flor disse...
Tá muito bom!!!!!

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Canto direito da Ferradura

Enclave de Cabo Frio em Búzios

Placa colocada no canto direito da Praia da Ferradura

Búzios: de portas abertas para a dengue 1

"Dos 92 municípios do Rio, 71 não fizeram o dever de casa para prevenir uma possível epidemia de dengue no verão que se aproxima. Um levantamento da Secretaria Estadual de Saúde revela que apenas 21 municípios (cerca de 23% das prefeituras do estado) cumpriram os ítens pactuados pela Comissão Intergestores Bipartite, em junho deste ano. As secretarias municipais de saúde deveriam elaborar um plano de contingência e alimentar os sistemas de informação do Programa Nacional de Controle da Dengue (Sisfad) e da Secretaria Estadual de Saúde do Rio (RH Dengue). De acordo com o levantamento, 52 municípios sequer entregaram o plano de contingência" (Jornal O Globo, 16/10/2011).

Da nossa Região, apenas Rio das Ostras- sempre ela- cumpriu as metas estipuladas. O nosso desgoverno precisa arregaçar as mangas e trabalhar o mais rápido possível para não ser responsável por uma das maiores epidemias na cidade. Segundo o jornal ainda dá tempo para combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Comentários:
Luiz, não sei se você já teve conhecimento, mas a prefeitura de Búzios, tem um criadouro de mosquitos da Dengue! Quando você for ao prédio do Detran, que a prefeitura continuam a pagar o aluguel, e que voltara para la, com as instalações da Guarda Municipal em breve, você dê uma olhada com jeitinho, debaixo do prédio. Verás um enorme criadouro de mosquito, pois embaixo do prédio vive alagado, por meses ou até anos. Pelo menos até enquanto a guarda estava lá, ficou bastante tempo nestas condições.

Meu comentário:

Verdade. Já tirei foto do local e postei aqui no blog, mas o desgoverno não fez nada. Eles, como o desgoverno Toninho, não estão nem aí para a saúde da pópulação buziana. 

Política suja

Fiquei sabendo que o governo municipal não se empenhou em capacitar produtores rurais de Búzios para participarem do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar)- que estabelece que 30% dos repasses sejam investidos na aquisição de produtos da agricultura familiar local- porque estava interessado em trazer para o programa agricultores familiares de Cabo Frio ligado ao Deputado Estadual Jânio Mendes. Publiquei um post no dia 8 /10 em que informo que 30 trabalhadores de Búzios já tinham o DAP (Declaração de Aptidão ao PRONAF) e estavam, portanto, habilitados a participar do programa. No post, listei todos os nomes. Mesmo assim, a Secretaria de Meio Ambiente de Búzios só cadastrou 12 no programa!  Alegando ter poucos produtores habilitados em Búzios criou uma cooperativa Búzios-Cabo Frio para agasalhar os produtores vizinhos.     
O Deputado tem muitos outros empregos em Búzios para os seus. Mirinho chegou a desmontar a ordenação do trabalho ambulante em nossas praias, conseguida a muito custo ao longo de 2009. No ano seguinte, no período pré-eleitoral, foram trazidos para nossas praias muitos ambulantes do Jardim Esperança. Isso é de fácil comprovação: basta perguntar a alguns ambulantes de Geribá de onde eles provêem.
Soube também que o deputado também tem muitos cabos eleitorais contratados como professores na secretaria municipal de educação de Búzios. É mais um reduto dele em Búzios, gentilmente cedido pelo seu amigo Mirinho Braga.
Esse tipo de política é uma das mais suja posta em prática pelo nosso desgoverno municipal. Mexe com a dignidade humana. Impedir que um trabalhador de Búzios tenha acesso a uma ocupação porque o prefeito acha que o emprego lhe pertence e que pode cedê-lo ao forasteiro amigo deputado, é um crime! Como diz um prefeitável de Búzios, isso é diabólico! 

Ver: "Os produtores rurais de Búzios"

Comentários:


Flor disse...
 
ELe acabou com a praia, vc não pode imaginar como foi o verão passado. Espero que tenham achado uma saída. Imagina se alguem compra qualquer coisa(quando falo qualquer coisa é qualquer mesmo) e sai vendendo na praia, o que acontece? Vira camelódromo. O pior é que eles não tem interesse de melhorar a praia, tem é de piorar para poder tirar todo mundo e dizer que foi a população que pediu.A estratégia é conhecida. Transforma numa anarquia e depois tira todo mundo. Pouco importando quem vivia disso realmente.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Gastos em Saúde na Região dos Lagos

Segundo o DATASUS, o município que teve, em 2010, o maior gasto per capita em Saúde da Região dos Lagos foi Armação dos Búzios. Gastamos R$ 1.346,37 por habitante/ano. Este resultado foi obtido dividindo-se a despesa total realizada na Saúde de R$ 37.106.116,03 pela população de 27.560 (censo de 2010).

Em segundo lugar vem Rio das Ostras com R$ 632,81. (R$ 66,9 milhões, 105.757 hab).

Cabo Frio é o terceiro com R$ 587,35. (R$ 109, 3 milhões, 186.227 hab).

4º - Iguaba Grande - R$ 474,10 (R$ 10,8 milhões, 22.851 hab)

5º - Arraial do Cabo - R$ 473,26 (R$ 13,1 milhões, 27.715 hab)

6º - São Pedro da Aldeia - R$ 273,35 (R$ 24,0 milhões, 87.875 hab)

7º - Araruama - R$ 235,23 (R$ 26,3 milhões, 112.008 hab).

Considerando o que Otavinho disse no O Perú Molhado de que a corrupção na Saúde em Búzios está em 50%,
Considerando que nem o secretário de saúde nem o Prefeito vieram a público negar tal afirmativa,
concluo que este é o principal motivo para termos uma saúde tão ruim, apesar de gastarmos uma fortuna com ela. O segundo motivo é incompetência mesmo, que por sinal é aliada da corrupção.

Gastamos o dobro do que gasta Rio das Ostras e temos uma Saúde muito pior. Melhor do que  a de Cabo Frio, com certeza, nossa saúde não é. Nos equiparamos às demais que gastam menos de um terço do que gastamos. Algo muito de errado deve estar acontecendo com nossa saúde. Não seria melhor pegar estes R$ 1.346,37 e entregar na mão de cada morador para que eles fizessem um plano de saúde privado? O povo não desfrutaria de uma saúde melhor?  

Sigam as radiologias 1

Em 2011 (até agosto), segundo informação da Produção Ambulatorial do DATASUS por local de residência, temos o seguinte quadro de diagnósticos feitos por Radiologia:

1) Araruama - 2.299. Considerando a população de 112.008 (censo de 2010), temos 20,52 diagnósticos feitos por radiologia por 1000 habitantes. Gasto (valor aprovado): R$ 105.420,70

2) Armação dos Búzios - 482. O que dá 17,48 tomografias por 1000 habitantes. Gasto: R$ 21.532,50

3) Arraial do Cabo - 605. 21,83/1000 hab. Gasto: 27.022,50

4) Cabo Frio - 5.236. 28,11/1000 hab. Gasto: R$ 231.705,00.

5) Iguaba Grande - 9. 0,39/1000 hab. Gasto: R$ 360,00

6) São Pedro da Aldeia - 1.646. 18,73/100 hab. Gasto: R$ 74.931,20

7) Saquarema - 932. 12,55/1000 hab. Gasto: 41.512,50.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Sigam as tomografias 1

No filme "Todos os homens do presidente" os jornalistas Carl Bernstein e Bob Woodward, investigadores do caso Watergate nos Estados Unidos- escândalo que acabou derrubando o presidente Nixon em 1973- encontraram-se com o informante deles, o Garganta Profunda, em uma garagem subterrânea, quando ouviram a dica crucial para suas investigações:
- “Sigam o dinheiro”.

O Corruptômetro que mede a corrupção na Região dos Lagos  nos informa que na Saúde ela está fifty-fifty (meio a meio). Se o MP, os Conselhos de Saúde, a Justiça, etc, quiserem realmente investigar, basta seguir o rastro das tomografias feitas a torto e a direito em nossos municípios. Seguindo-as, deve-se chegar a um corpo, pelo menos no papel, com endereço e outros dados. 

Em 2011 (até agosto), segundo informação da Produção Ambulatorial do DATASUS por local de residência, temos o seguinte quadro de diagnósticos feitos por tomografia:

1) Araruama - 156 tomografias realizadas até agosto de 2011. Considerando a população de 112.008 (censo de 2010), temos 1,39 tomografias por 1000 habitantes. Custo: R$ 18.220,10.

2) Armação dos Búzios - 35. O que dá 1,26 tomografias por 1000 habitantes. Custo: R$ 3.895,92. 

3) Arraial do Cabo - 13. 0,46/1000 hab. Custo: R$ 1.334,63.

4) Cabo Frio - 4.470. O que dá o astronômico número de 24,00/1000 hab. Custo: R$ 496.222,29.

5) Iguaba Grande - 22. 0,96/1000 hab. Custo: R$ 2.748,08.

6) São Pedro da Aldeia - 779. 8,86/100 hab. Custo: R$ 83.187,00.

7) Saquarema - 400. 5,38/1000 hab. R$ 43.302,42.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Legislativo compra notebook 23% mais barato que o Executivo

No BO 504, de 7/10/2011, ficamos sabendo que a Câmara de Vereadores adquiriu 5 notebooks da "SMI- Serviço, Manutenção e Informática Ltda", por R$ 12.000,00. Processo 448/2011. Portanto, cada notebook saiu por R$ 2.400,00.

No meu ex-blog (Blog do Luiz do PT) noticiei que o prefeito de Búzios comprara dois notebooks da loja do amigo "Info Búzios Informática" por R$ 3.100,00 cada um. Dentre os comentários feitos pelos leitores um- do Repórter Cidadão- nos informa que, salvo engano, "esta empresa não vende material de informatica avulso" porque é "prestadora do serviços". Tá explicada a diferença! 


Búzios: de portas abertas para a dengue

 "Dos 92 municípios do Rio, 71 não fizeram o dever de casa para prevenir uma possível epidemia de dengue no verão que se aproxima. Um levantamento da Secretaria Estadual de Saúde revela que apenas 21 municípios (cerca de 23% das prefeituras do estado) cumpriram os ítens pactuados pela Comissão Intergestores Bipartite, em junho deste ano. As secretarias municipais de saúde deveriam elaborar um plano de contingência e alimentar os sistemas de informação do Programa Nacional de Controle da Dengue (Sisfad)  e da Secretaria Estadual de Saúde do Rio (RH Dengue). De acordo com o levantamento, 52 municípios sequer entregaram o plano de contingência" (Jornal O Globo, 16/10/2011). 

Da nossa Região, apenas Rio das Ostras- sempre ela- cumpriu as metas estipuladas. O nosso desgoverno precisa arregaçar as mangas e trabalhar o mais rápido possível para não ser responsável por uma das maiores epidemias na cidade. Segundo o jornal ainda dá tempo para combater o Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Comentários:

Reporter Cidadão disse...
 
Luiz, não sei se você já teve conhecimento, mas a prefeitura de Búzios, tem um criadouro de mosquitos da Dengue! Quando você for ao prédio do Detran, que a prefeitura continuam a pagar o aluguel, e que voltara para la, com as instalações da Guarda Municipal em breve, você dê uma olhada com jeitinho, debaixo do prédio. Verás um enorme criadouro de mosquito, pois embaixo do prédio vive alagado, por meses ou até anos. Pelo menos até enquanto a guarda estava lá, ficou bastante tempo nestas condições.

Os Indignados de Búzios

Os indignados de Búzios ocupando o Pórtico. Mostrando para o mundo
 (world revolucion, global democracy) 
a nossa indignação com o desgoverno de nossa cidade. Novas manifestações indignadas ocorrerão no local. Nos acompanhem nas redes sociais. O Pórtico é Nosso!

sábado, 15 de outubro de 2011

Coitada de ti, Búzios 2

Sobra para o vereador Messias quando o secretário passa a rediscutir o PD. Segundo ele, a elaboração do PD se deu afetada por outras intenções, por interesses de mercado, de grupos imobiliários,  que negociaram com os vereadores as taxas de ocupação. No afã de atingir o vereador Genilson, Ruy acerta, de lambuja, o vereador Messias, pois o PD foi aprovado por unanimidade. Genilson sozinho não podia incluir determinadas taxas de ocupação. Para Ruy, foi negociado o costão de Ferradura (canto direito)  de 3 para 7,5% e o Loteamento da ECIA, 10% de um lado para inviabilizar qualquer empreendimento  e 70% do outro lado da rua. Votando no plano diretor como um todo, o vereador Messias também votou favoravelmente à estas taxas. Quem garante que ele também não as negociou?
Apesar do despreparo dos vereadores no questionamento das possíveis irregularidades existentes na secretaria de planejamento, Joãozinho e Genilson  acertaram na mosca na crítica à  inoperância do secretário. Apesar de tentar negar inicialmente, o secretário reconheceu depois que os projetos de Lei do Parcelamento do Solo e do Código de Obras ainda não estão prontos.  Depois de 34 meses de gestão o secretário faz-nada diz que o primeiro está “praticamente pronto” e “estamos avançando” no segundo. Apesar de reconhecer a necessidade de se rever o PD, até agora apenas foi criada uma comissão de revisão das leis urbanísticas presidida pelo arquiteto Chico Sales. Promete ao vereador Evandro que vai criar a Comissão de Inserção Urbanística , prevista pelo PD. Joga a culpa pela inexistência da comissão nos vereadores que revogaram a Lei 708,  apesar de revogada há mais de dois anos!  O mesmo se pode dizer do projeto de mobilidade urbana e o projeto do concurso público.Promete que estes projetos estarão prontos ainda neste governo. Fica difícil de acreditar porque o secretário é de uma inoperância crônica.
Dá pena vê-lo justificando sua inação. Primeiro vem com umas contas ridículas de que em 100 unidades de tempo, 80 devem ser dedicadas ao planejamento e 20 à ação. Depois afirma que é “um servidor das outras secretarias, estas sim é que têm a finalidade de executar o serviço. Eu não faço serviço para a comunidade diretamente”. Na verdade, a única coisa que o secretário faz-nada faz é o orçamento. E ainda reclama que tem que ralar muito para fazê-lo.
Como o secretário não constrói nada, vamos ver se, pelo menos, ele destrói alguma coisa. O senhor Ruy Borba prometeu demolir todas as obras que estejam fora dos padrões urbanísticos da cidade. Demolições prometidas: 1) o Fórum; 2) a boate Pachá (obra de 3 andares do Nani); 3)o puxadinho do condomínio Lake Graden; 4) o terceiro andar da obra na Marina.
Para finalizar, fica aqui o alerta de que o populismo pedetista possa contaminar a revisão do Plano Diretor caso seja feita mesmo por este governo. O secretário deixou claro que o governo quer se “desviar dos padrões  urbanísticos de grandes lotes que fazem com que a população seja excluída”. Novos Altos da Boa Vista vêm por aí! Aguardem.

Comentários:


Flor disse...
 
Quando todo mundo está devendo é bem dificil melhorar qualquer coisa. Melhor seria nem tentar. Dar uma limpa geral no executivo e legislativo seria uma bênção!! Depois disso as coisas iriam para o lugar. Com tanta gente querendo se dar bem é impossível!!

Coitada de ti, Búzios 1

O incompetente secretário sabe-tudo-faz-nada  esteve na Câmara de vereadores, na sessão de terça-feira passada, para falar sobre possíveis irregularidades que estariam acontecendo em sua pasta. Em quase três horas de depoimento ouvimos muito blá-blá-blá e quase nenhuma explicação a respeito dos possíveis mal feitos que teriam sido praticados em sua secretaria, que por esse motivo foi apelidada de Casa da Moeda. Se faltaram esclarecimentos, sobraram acusações para os vereadores de oposição ao governo, em especial para o vereador Genilson- por ser o único vereador que fechou até agora com Chiquinho da Educação. O ataque serviu para encostá-los na parede. O desatino acusatório do secretário atingiu até mesmo o vereador da base do governo, Messias Carvalho. Se formos pesquisar, desde que o senhor Ruy Borba assumiu o cargo,  não tem um vereador da atual legislatura- tanto de situação quanto de oposição, talvez só escape o vereador Leandro-  que não tenha sofrido ataques do secretário em seu “ex-jornal JPH”. Joice e seu marido tiveram direito a um vasto dossiê. Lorram, a um fogo amigo.
Como o convite para que o secretário depusesse foi uma alternativa encontrada pelos vereadores da base de sustentação do governo para que a oposição não instalasse uma CPI, logo na introdução de sua longa falação, o secretário desqualifica as CPIs em Búzios- no início diz que “não é o caso daqui”, mas depois escancara que está falando de Búzios mesmo-  definindo-as como uma “espécie de bacia de almas, caixa coletora”. Isso não é o mesmo que chamar de corruptos todos os vereadores que participaram dessas comissões? Tenta livrar a cara do vereador Messias, afirmando que a única CPI que chegou ao final foi a CPI do Parafuso, esquecendo que o vereador participou de outras CPIs que não deram em nada. Logo, o vereador participou da coleta na bacia das almas? É também um vereador corrupto?     
Tendo dificuldades para explicar todas as irregularidades apontadas pela imprensa, o secretário se utiliza da tática de confundir para não ter que explicar nada. Em um tempo em que os conceitos da física quântica abalam os alicerces da filosofia, o secretário faz uso da filosofia medieval tomista-aristotélica. Afirma que a verdade jornalística não é a verdade absoluta aristotélica. O relativismo cai como uma luva para quem quer confundir. Tudo pode ser e não ser, que maravilha. Pode ser legal ou ilegal, dependendo da cara do freguês. Este foi o comportamento do secretário durante todo o depoimento: confundir para não ter que explicar as irregularidades apontadas pela imprensa.
 Seu objetivo foi em grande parte alcançado devido ao despreparo demonstrado pelos vereadores de oposição. Chegou a engabelar o vereador Evandro com uma fictícia taxa de tolerância de 10% para mais ou para menos nos parâmetros de ocupação!  Ficou embaraçado quando Evandro lhe perguntou o que era “rotina interna”. Mais ainda quando foi dito que esse  protocolo transmudou-se em protocolo de “licença de obra”.  Mas o vereador não soube explorar a hipóteses de ter havido possíveis irregularidades na concessão de protocolos retroativos para beneficiar os construtores amigos do poder com base na lei revogada (casas geminadas).
Outra forma de se esconder para não ter que explicar nada é alegar a existência de uma “base legal gelatinosa”(existência de padrões distintos na LUOS e no PD). Segundo o secretário, como o PD está cheio de buracos,  várias interpretações da lei são possíveis.Não existiriam portanto irregularidades, mas interpretações diferentes. Apenas isso.
Mesmo assim teve que reconhecer, depois de muito negar,  a existência de algumas irregularidades, como o puxadinho que está sendo feito no condomínio Lake Garden  e a licença concedida para o Búzios Lodge. Foi obrigado a prometer demolir o puxadinho do primeiro e embargar a obra do segundo.

Comentários:


Flor disse...
 
Quando alguém não tem compromisso com nada, friso o nada, não tem como argumentar. Para ele, vale tudo. Quero ser poderoso, uso qualquer tipo de arma e digo o que quero e enrolo todo mundo. Esse cara já destruiu ou tentou destruir muita gente. Seria bom, muito saudável, afástá-lo compulsóriamente, palavra na moda, para trazer saúde para o muncípio. Não falo de saúde para a população, falo do município, lugar onde todos querem viver ou ao menos sobreviver. Credo, cruz, vá de retro satanás! Alguém tem que parar esse cara.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Búzios não merece isso 1


Comentários:


Flor disse...
 
Que pena que não existe inferno para a gente poder mandar todo mundo para lá, para brigarem a vontade e se arrebentarem! Vergonha! Até quando vamos ter que conviver com baixaria?!? O método de desastabilização sempre funcionou... Melhor seria não ter rabo preso. Por isso nada funciona. Fora aves de rapina. Larguem o ôsso!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Quanto custa um vereador?

O ex-prefeito de Araruama e prefeitável de Búzios, Chiquinho da Educação,  disse na sexta-feira passada em seu programa  “Canal Direto” na radio 560 AM que o ex-vereador Francisco Neves lhe pedira 228.000,00 (R$ 28.000 para pagar dívida com TCE e R$ 200.000,00 para sua campanha)  para fechar com seu grupo. Como o vereador acertou-se logo em seguida com Mirinho, acredita Chiquinho que o prefeito tenha coberto a proposta de Neves.
Como Francisco Neves teve 552 votos nas eleições de 2008, cada voto seu estaria custando R$ 413,04. É isso ex-vereador? É isso prefeito?

Comentários:


Flor disse...
O que mais espanta nas notícias é a desfaçatez! A transparência é uma tendência, é a modernidade chegando, mas eu pensava que era para mostrar o carárter e não a falta dele. Estou chocada, que miséria de humanidade nos transformamos! Sinto muito por ter lido essa triste notícia.

Propaganda política extemporânea



Respeito todas as religiões, crenças e credos. Não sou religioso. Também não sou materialista. Sou cético.
Agora não posso admitir o uso político que foi feito nesse evento da boa fé religiosa do povo da Rasa.
Búzios tem um servo de Deus governando ela e quando o justo governa,  o povo se alegra para a glória de Deus” (Pastor Samuel).
 Mirinho pode ser um servo de Deus, mas dizer que por isso o justo nos governa vai uma distância colossal. Mais ainda: diz que Mirinho nos governa de forma justa e, por consequência, o povo está alegre. Isso não passa de propaganda política subliminar. E como tal é crime eleitoral.
 Este vídeo será enviado para o TRE-RJ e TSE.
 Pastor: que "seje" feita a vontade da justiça.

Comentários no "buziosclipping":

O "Fundo do Poço"

1 Sáb, 15 de Outubro de 2011 09:32
Ari Lima
Quando achamos que chegamos ao "Fundo do Poço" do mau caratismo e da cara de pau, descobrimos que o poço não tem fundo. Fica bem registrado, quem pagou este evento - "brigado senhor prefeito pela infra-estrutura"- FOMOS NOS! EVANGÉLICOS OU NÃO, QUE ESTAMOS BANCANDO TUDO ISSO.

Comentários:


Flor disse...
 
E muita cara de pau!!! Usar o nome de Deus para salvar eleição.... Péssimos atores... Pensam que convencem quem??? Esse pastor tem que ser chamado as falas, como se diz.

PT de Búzios: partido da boquinha

Com boquinhas no governo do estado: o presidente Mauro César de Mello e o vice-presidente Carlos Alberto Muniz. Ambos lotados no INEA, secretaria de ambiente.
Com boquinhas na prefeitura de Búzios: a secretária de formação política Maria Augusta Leite de Santana (R$ 1.700,00);  o secretário de organização Guilherme Barcelos (R$ 1.700,00); e a secretária-geral Ana Kérzia de Lima Maciel. Todos lotados na secretaria de educação e ciência. Maria foi contratada dar aula de espanhol e Guilherme, de história. Ana foi nomeada diretora adjunta da João Guello (salário de professor mais função gratificada de R$ 711,00).
O único membro da executiva municipal do partido que não tem cargo é Fernando Gomes do Nascimento.
Ainda temos Maria Fernanda Alves Pereira Quintela, do Diretório municipal,  com o cargo comissionado de Gerente de Mídia (R$ 2.700,00) e Alessandri  da Silva Adriano, pré-candidato a vereador, concursado como auxiliar administrativo (R$ 700,00) nomeado para cargo em comissão de R$ 2.300,00.
Mesmo estando com a maioria de sua executiva mamando nas tetas da prefeitura, o presidente  vive  alardeando que o PT vai lançar candidatura própria. Fala-se na cidade no nome de um tal Paulo Pinheiro, funcionário de uma empreiteira de lixo. Mauro deve gostar muito de empreiteiros do ramo. Há tempos atrás João Carrilho- empreiteiro do lixo dos governos anteriores de Mirinho- entrou para o partido com a condição de ser candidato a prefeito. Que coisa, hein! Em vez de partido dos trabalhadores temos em Búzios o partido dos empreteiros.
Mas tudo não passa de devaneio. É só Mirinho ameaçar demitir a turma que o partido rapidinho senta no colo dele, no colo do papai. 
O partido não está só nas mãos do prefeito. Está também nas mãos do secretário de planejamento Ruy Borba. Fernandinha Quintela foi indicação dele. Alessandri trabalha na secretaria dele. Do seu "ex-jornal" Primeira Hora temos Guilherme como colunista e Fernando participando do conselho editorial. E Mauro sempre defendeu os interesses de Ruy Borba no FECAB. 

Comentários:


Flor disse...
 
Vamos ver o que eles tem para explicar... A maioria eu conheço e pensava que eram bem engajados ou no mínimo bem intencionados, será que me enganei?!? Será que eles tem condições de não se dobrarem? Ou será que fazem parte do coro: rouba mas faz.... Mais uma desilusão, acho que não resisto até a próxima eleição..

Búzios tem Farmácia Popular e ninguém sabe!


No site do Datasus consta a farmácia São José de Búzios Ltda - Me , Rua Manoel Turíbio de Faris 187, B, telefone: 2623-4955

O Governo Federal criou o Programa Farmácia Popular do Brasil para ampliar o acesso aos medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos. O Programa possui uma rede própria de Farmácias Populares e a parceria com farmácias e drogarias da rede privada, chamada de "Aqui tem Farmácia Popular".

A campanha “Saúde Não Tem Preço” foi lançada no dia 03 de fevereiro de 2011, pela Presidenta Dilma Roussef, com o objetivo de disponibilizar, gratuitamente, a partir do dia 14 de fevereiro, medicamentos indicados para o tratamento de hipertensão e diabetes nas farmácias e drogarias credenciadas no Programa “Aqui Tem Farmácia Popular”. (Ver relação de remédios abaixo)

http://portal.saude.gov.br/portal/saude/manual_farmacia_popular/index.html

Captopril 25 mg, comprimido
Maleato de enalapril 10 mg, comprimido
Cloridrato de propranolol 40 mg, comprimido
Atenolol 25 mg, comprimido
Hidroclorotiazida 25 mg, comprimido
Losartana Potássica 50 mg


segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Governo constrói em costão rochoso de Otavinho


Governo gasta a baba de 56 mil reais para construir um telhadinho sobre "o costão rochoso" do Otavinho. O famoso arquiteto e "ambientalista" que adora construir nos costões dos outros, agora vê o seu costão ser ocupado, numa prova de que a justiça divina tarda mas não falha. Ele já informou que vai recorrer ao "Mistério Público (M.P)" para paralisar a obra. A prefeitura em sua defesa alega que a rocha está muito distante da preamar e que, portanto, ali não tem costão nenhum. Já o MP diz que vai fazer um TAC entre as partes onde ficará estabelecido que a prefeitura só poderá retomar os trabalhos no costão depois de, como medida compensatória, colar fotos do referido banheiro em 20 postes no centro da cidade para a satisfação dos mijões da cidade. E estamos conversados.

domingo, 9 de outubro de 2011

Arte no muro da Escola Ciléia Barreto


Muro da Escola Ciléa barreto

A consciência ambiental na arte: Resgatando o Mangue de Pedra

Trabalho do artista e agente cultural Armando Mattos no Centro da cidade, em frente do Barceloneta. Armando foi pioneiro na divulgação desta modalidade de arte em nosso município.   

A diretora da Ciléia Barreto está de parabéns pela cessão do muro da escola para estas intervenções artísticas. O muro e a escola são públicos e como tal devem ser usados. Que todas as escolas de Búzios sigam o exemplo! 


A Rua É Nossa


15 DE OUTUBRO
DIA MUNDIAL DOS INDIGNADOS!!!
CHEGA DE OBRAS IRREGULARES, EM BÚZIOS
A ONG ATIVA BÚZIOS convida a todos para participar do DIA MUNDIAL DOS INDIGNADOS, promovido pelo World Revolution, neste 15 de outubro, movimento em que ativistas de todo o mundo lutam contra a mesma tirania da qual Búzios também é vítima. Desta forma, a luta dos buzianos será somada à de todos os povos em redor do mundo, que estão INDIGNADOS contra seus opressores.
JUNTE-SE A NÓS, NESTE 15 DE OUTUBRO, E GRITE BEM ALTO.
 O MUNDO INTEIRO VAI OUVIR: FORA AVES DE RAPINA!!!!
CHEGA DE ILEGALIDADE E CORRUPÇÃO NO TRATO COM AS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS!!
CHEGA DE OBRAS IRREGULARES EM BÚZIOS!!!

A farra dos contratos e das horas extras

A folha de pagamento do mês de setembro consumiu R$ 4.850.707,79. Anualizado dá R$ 58.208.493,48. Provavelmente deve estar estourando o limite da Lei de responsabilidade Fiscal (LRF). Vamos aguardar o governo regularizar por completo suas contas para analisarmos o balanço do último bimestre.

Esses 4,8 milhões de reais são gastos da seguinte forma:

1) R$ 2.596.116,10 - (53,5%) - para pagamento de funcionários efetivos e comissionados.

2) R$ 1.580.292,55 - (32,0%) - para pagamento de contratados por tempo determinado.

3) R$ 614.058,80 - (12,6%) - para pagamento de horas extras.

Alô Ministério Público. Alô Vereadores. Alô Justiça Eleitoral. Alô oposição. Alô Povo de Búzios. O prefeito de Búzios está querendo se reeleger com dinheiro público contratando quem encontra pela frente e pagando horas extras para os seus à vontade. Está havendo uma verdadeira farra com o nosso dinheiro.


Publicado no Blog do Luiz do PT em 04/10/2011

Comentários:


Reporter Cidadão disse...
 
Tem gente recebendo até horas extras, mesmo sem fazer! E são bem gordas elas. Servidores que trabalham expediente, das 8 as 17 hs e recebendo uma média de 160 hs extras, dividido em 50 e 100%. Isto é crime, e gravissimo. A Câmara municipal deveria fiscalizar mais isto, ja que vivem a solicitar cópias da folha de pagamento do executivo. Lembrando que, corrupção é proveniente da ação bem como da omissão.