Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Depoimentos - CPI do BO

Vídeo do canal do Youtube "Conversa Fiada"

Autor: Naum Câmara



Búzios pode ser tema de mistério



Que se vê em séries na TV, mundialmente famosas. Iria estourar os índices de audiência de programas de TV, concorrer a um Oscar, ganhar o Globo de Ouro, vencer no Festival de Cannes. O mistério assombra a população de Búzios.

Em 22/02/2014 mais de 50 pessoas, homens, mulheres e crianças sentiram mal-estar ao entrarem em contato com a água na praia da Tartaruga e foram encaminhadas para diversas unidades de atendimento médico. A água tinha cor alaranjada e o INEA, rápido como um foguete da NASA, despachou técnicos para colherem amostras da água. Esses técnicos não fizeram contatos com médicos e enfermeiros/as que atenderam as pessoas, por uma compreensível razão: teriam que pedir autorização, em papel timbrado do INEA, aos seus superiores, protocolado, claro, e seguir os canais competentes até chegar para consideração pela presidência do órgão que, a seguir, decidiria se encaminharia ou não o pedido para a SEA.

Em 25/02/2014 foi divulgada uma nota sobre o incidente: "A Secretaria Estadual do Ambiente e o Inea esclarecem que... os testes preliminares realizados com amostras de água da praia da Tartaruga não foram conclusivos quanto a (sic) presença de substâncias que possam ter causado o mal estar relatado por banhistas e moradores na quinta-feira (20/02) passada. Os resultados dos últimos testes realizados a partir de amostras coletadas no fim de semana na praia da Tartaruga indicam o retorno das condições normais de balneabilidade".

A população está, com toda razão, preocupada. A água, sem mais nem menos, fica cor de rosa, vermelha, e ninguém sabe por quê. Isso dá margem para especulações. Pode ter sido alguém com a intenção de macular o prestígio de Búzios. Pode ter sido coisa de agentes da CIA, das agências de espionagem da Rússia, Ucrânia, etc. E pode ter sido coisa de extraterrestres que lançaram um líquido misterioso com a intenção de amedrontar a população e forçá-la a abandonar o lugar. Criaria a oportunidade de ocuparem o município, limpá-lo e ali passarem o carnaval.

O INEA deveria mandar imprimir um panfleto, usando a mesma gráfica que a Prolagos usou para divulgar o alagado ou brejo (wetland) que diz ter R$42,7 milhões para construir em Búzios. Em se achando um suspeito, seria jogado dentro do brejo, ali permanecendo até confessar. Nenhum aguentaria lá ficar por mais de um minuto. Seria desinfetado com soda cáustica para poder dar entrevista à imprensa.

Ernesto Lindgren
CIDADE ONLINE

26/02/2014

Taxa de rejeição dos blogs da região dos Lagos

"A Taxa de Rejeição (ou “Bounce Rate”, no termo original em inglês) é o percentual de visitantes que chegou até o seu site, visualizou apenas uma página (chamada de “página de entrada”) e saiu dele, sem clicar em nenhuma outra página sua. Por exemplo: se 100 pessoas visitaram seu blog e 75 delas só leram a página principal, sua taxa de rejeição é de 75%.

O termo Taxa de Rejeição é forte, porque subentende que os visitantes que estão nessa categoria “rejeitaram” o seu site ou blog. Isso é encarado dessa forma porque, se o visitante não quis visitar nenhuma outra página sua, é porque provavelmente ele não achou o restante do conteúdo interessante. Por esse motivo, a Taxa de Rejeição é utilizada como um indicador da qualidade do seu site: quanto menor a sua taxa, mais interessante é o seu conteúdo". 


Segundo o Alexa Rank (o melhor site de avaliação de sites) na Região dos Lagos as taxas de rejeição dos blogs e sites são as seguintes, da maior para a menor taxa: 

1º) Alair Correa - Direto - 91,70% de rejeição
2º) Jornal do Totonho - 87,10%
3º) José Francisco artigos - 85,70%
4º) Cidadania e Socialismo - 78,60%
5º) Jornal primeira Hora - 76,90%
6º) Rafael Peçanha - 76,30%
7º) Pó de giz - 73,90%
8º) Jornal Folha de Búzios - 70,40%
9º) Repórter Renata Cristiane -  65,40%
10º) Cartão Vermelho - 53,80%
11º)  Guia Total de Búzios - 47,50%
12º) O Cidadão RJ - 47,10%
        Revista Cidade - 47,10%
14º) Portal da Região dos Lagos - 40,00%
15º) Ipbuzios - 27,10%

Observação: os blogs e sites não citados não tiveram avaliação.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Como acabar com o crime de quadrilha dos amigos?

É bem simples. Basta substituir estes dois: 


Aires Brito, foto Veja Abril

César Peluso, foto do blog Alfocunha

Por estes dois:

Luis Roberto Barroso, foto noticias gospelmais
Teori Zavascki, foto Estadão

Comparem os currículos e as decisões jurídicas dos quatro, e verás que o ministro Joaquim Barbosa tem razão:

Para Barbosa, foi formada uma "maioria

de 

circunstância" para inocentar os 

acusados.



"Temos uma maioria formada sob medida 

para 
lançar por terra o trabalho primoroso 

desta 
Corte no segundo semestre de 2012. 

"Essa é uma tarde triste para este 

Supremo 
Tribunal Federal. Com argumentos pífios, 

foi 
reformada, foi jogada por terra, extirpada 

do
mundo jurídico uma decisão plenária 

sólida, 
extremamente bem fundamentada que foi 
aquela tomada por este plenário no 

segundo 
semestre de 2012”, 
Ouvi até mesmo a seguinte alegação: eu 

não 
acredito que esses réus tenham se 

reunido 
para a prática de crimes. Há dúvidas de 

que
eles se reuniram? De que eles se 

associaram 

de que essa associação perdurou por pelo 
menos três anos? Ninguém ousou dizer 

que 
não existiu", rebateu Barbosa.
Para o ministro, o novo entendimento da 

corte 
sobre crime de quadrilha vai resultar 

apenas 

na 
punição de criminosos pobres, que 
normalmente cometem crimes de roubo e 
assassinato.
"Agora inventou-se um novo conceito para 
formação de quadrilha. Agora, só integram
quadrilha segmentos sociais dotados de 
características socioantropológicas, 

aqueles 
que normalmente cometem crimes de sangue. Criou-se um determinismo social", 
destacou.

Fonte: http://g1.globo.com/politica/mensalao/noticia/2014/02/barbosa-critica-absolvicoes-e-diz-que-nacao-tem-que-estar-alerta.html


Prefeitura de Búzios faz audiência pública para prestação de contas

A Prefeitura Municipal de Armação dos Búzios, cumprindo exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal,  realizará nesta sexta-feira, 28, às 14:30 horas, Audiência Pública de Prestação de Contas do 3° quadrimestre de 2013. O evento será realizado no Plenário da Câmara Municipal e contará com a presença do secretário municipal de finanças, controlador geral e o procurador.
Na Audiência serão apresentados balanços financeiros, programas e ações associadas à gestão fiscal do município. Um demonstrativo da receita e despesas do exercício de 2013 será apresentado, constando a aplicação dos limites constitucionais, índices do FUNDEB e percentuais investidos em educação e saúde.
É importante que a população saiba como está a situação do município no CAUC- Serviço Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias. Pendências neste cadastro- como dívidas com a Receita Federal, INSS, PASEP, etc-  impedem que o governo federal faça convênios com o município.
O evento se enquadra no modelo de gestão participativa e transparente. A comunidade deveria ser  mobilizada através de carro de som, rádio e internet. O vereador Lorram- presidente da Comissão de Finanças e Licitação- convocou a população na sessão de ontem (27). (ver vídeo) 


Depoimento da diretora do SEPE Lagos sobre a reunião com o Prefeito de Búzios

Juiz da 2ª Vara de Búzios intima testemunhas da CPI do BO

Processo No 0000846-84.2014.8.19.0078

TJ/RJ - 27/02/2014 19:34:43 - Primeira instância - Distribuído em 26/02/2014


Comarca de Búzios
2ª Vara
Cartório da 2ª Vara

Endereço:
Dois   S/N   Estrada da Usina  
Bairro:
Centro
Cidade:
Armação dos Búzios

Ação:
Intimação Ou Notificação / Atos Processuais

Assunto:
Intimação Ou Notificação / Atos Processuais

Classe:
Notificação para Explicações - Criminal






TIPO
PERSONAGEM
Notificante
COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO DA CÃMARA MUNICIPAL DE ARMAÇÃO DOS BÚZIOS
Notificado
RENATO DE JESUS
Notificado
ALBERTO F. DA V. JORDÃO CORDEIRO

Documentos Digitados:
Despacho / Sentença / Decisão

Tipo do Movimento:
Conclusão ao Juiz
Data da conclusão:
27/02/2014
Juiz:
MARCELO ALBERTO CHAVES VILLAS

Tipo do Movimento:
Juntada de Mandado
Data da juntada:
27/02/2014
Número do Documento:
430/2014/MND
Resultado:
Positivo
Número do Documento:
432/2014/MND
Resultado:
Positivo

Tipo do Movimento:
Expedição de Documentos
Data do movimento:
26/02/2014

Tipo do Movimento:
Digitação de Documentos
Data da digitação:
26/02/2014
Documentos Digitados:
Mandado de Intimação p/ fins diversos.
Mandado de Intimação p/ fins diversos. 

Tipo do Movimento:
Recebimento
Data de Recebimento:
26/02/2014

Tipo do Movimento:
Despacho - Proferido despacho de mero expediente
Data Despacho:
26/02/2014
Descrição:
Notifiquem-se as testemunhas para que compareçam na Câmara Municipal de Armação dos Búzios, na sala de comissões, as 9 horas do dia 28 de fevereiro de 2014, para prestarem esclarecimentos à Comissão Parlamentar de Inquérito. O Oficial de Justiça poderá cumprir a diligência na forma do artigo 172 §2º do CPC.
Documentos Digitados:
Despacho / Sentença / Decisão

Tipo do Movimento:
Conclusão ao Juiz
Data da conclusão:
26/02/2014
Juiz:
MARCELO ALBERTO CHAVES VILLAS

Tipo do Movimento:
Distribuição Sorteio
Data da distribuição:
26/02/2014
Serventia:
Cartório da 2ª Vara - 2ª Vara


Não 


Meu depoimento à CPI do BO

Foto Jornal Primeira Hora , 27/02/2014, pág. 3

Algumas observações, a bem da verdade, precisam ser feitas à cobertura do Jornal Primeira Hora do meu depoimento na reunião pública da CPI do BO. Segundo o jornal eu disse:

- "Um empresário amigo meu (não quis revelar o nome) pediu-me para ficar atento à licitação de material de papelaria para Educação. Tinha interesse de participar do certame licitatório. Fiquei acompanhando, como faço sempre, e de repente apareceu já o extrato do contrato, cujo objeto era a compra desse material - afirmou Luiz Gomes, acrescentando que foi investigar e verificou que os avisos das Tomadas de Preço pularam do número 14 para 42.

Luiz Carlos disse sempre ter sido ‘a prática no Município de prefeitos beneficiarem amigos, parentes, ou colaboradores de campanha, por meio da condução na licitação, ou na contratação de serviços de compra ou de terceirizações’, e que ‘se surpreendera mais ainda, porque o atual governo fora eleito com base numa proposta de mudar essas práticas’.

- Fui verificar e constatei que os preços dos mesmos contratos no governo (André Granado) todos eram mais altos, comparados com os governos anteriores, e que nesse governo está se assistindo a condução dos negócios sem zelo, e gastando mais ainda - acentuou a testemunha, reafirmando que a circulação dos atos oficiais é feita com muita irregularidade. Os contratos mencionados foram os do lixo, da merenda escolar e papel para as escolas, entre os quais estaria um, cujo gasto teria sido de R$ 5,5 milhões sem licitação.

Luiz Carlos confirmou ainda que o seu ‘blog’ é muito lido pelo pessoal da Prefeitura, e que algumas vezes conversou com o coordenador da Comunicação, Beto Jordão, o que lhe faz julgar que os agentes sabiam das denúncias feitas na sua pagina. A testemunha também confirmou que já protocolara junto ao MPs do Estado e Federal, e também ao TCE, aquilo que ele entendia como supostas irregularidades, pedindo a esses órgãos que deflagrassem as investigações e apurações de eventuais irregularidades" (JPH, 27/02/2014)

Meu comentário: 

1)  Eu não disse "sempre ter sido ‘a prática no Município de prefeitos beneficiarem amigos, parentes, ou colaboradores de campanha, por meio da condução na licitação, ou na contratação de serviços de compra ou de terceirizações". Na verdade disse, em termos genéricos, que sabemos que em muitos municípios brasileiros quando se quer beneficiar amigos, parentes e financiadores de campanha não se dá  a devida publicidade aos editais de licitação e, respondendo à uma indagação do vereador Felipe Lopes, disse que o mesmo poderia ter acontecido em Búzios. Há uma diferença entre afirmar e supor que poderia ter acontecido. Cabe à CPI provar se algum direcionamento foi dado às licitações.

2) Em nenhum momento afirmei que "a circulação dos atos oficiais é feita com muita irregularidade".

3) Também não mencionei os contratos do "lixo, da merenda escolar e papel para as escolas" e que "entre os quais estaria um, cujo gasto teria sido de R$ 5,5 milhões sem licitação". O que afirmei e reafirmo é que, entre as TP 14 e TP 42 ocorreram 26 licitações supostamente sem a devida publicidade e que alguém nas redes sociais, cujo nome não me recordo, chegou a calcular que o montante envolvido nelas seria de aproximadamente 56 milhões de reais. Número que acho muito provável. 

4) O vereador Felipe Lopes me perguntou diretamente se eu havia conversado com o coordenador de Comunicação do governo Beto Jordão sobre as possíveis irregularidades nas licitações. Respondi taxativamente que não. Conversara com ele sobre outros assuntos. Sobre o pessoal do governo ler o blog é fato, neste e no governo anterior. O Google e o Facebook já disponibilizam para blogueiros informações sobre seus leitores, até mesmo o IP de seus computadores. Isso é fato. Agora, de forma alguma, posso assegurar que Beto Jordão, apesar de saber que ele é leitor assíduo do blog, tenha lido as postagens sobre as possíveis irregularidades no Boletim Oficial.  Portanto, não sou capaz de "julgar que os agentes (incluindo Beto Jordão)  sabiam das denúncias feitas na sua pagina", como apregoa o jornal.  

5) Assim que tiver a posse- já requerida- da gravação de meu depoimento à CPI do BO o publicarei aqui.

Comentários no Facebook:





terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Cidade pobre é um problema!

Os 30 pontos de ônibus resultantes do convênio entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal (CEF) assinado pelo governo passado seriam construídos de acordo com o modelo abaixo:

Único ponto de ônibus construído pelo governo Mirinho
Parte interna do ponto de ônibus protegido do vento com vidro

O  governo André constrói novos pontos com qualidade bem inferior. Podemos dizer que saímos do padrão FIFA para uma grande mulambada. Coisa de cidade pobre.

Ponto de ônibus construído pelo pobre governo André

Pobre tem mesmo que pegar vento na cara

Vivo dizendo aqui no blog- e aí está mais uma prova- que o povo sempre acaba pagando o pato- em termos de equipamentos e serviços- por sustentar passivamente uma horda de mais de 600 comissionados e 300 contratados e terceirizações desnecessárias e caras. Não sobra dinheiro nem pra fazer um ponto de ônibus decente para o povo pobre e trabalhador que, afinal, é quem usa transporte público.

Comentários no Google+: 

Denise Morand

 comentou em uma postagem do Blogger.
Compartilhada publicamente  -  22:53
 
Ainda bem que esse ponto de ônibus, de ricos, não "rolou". Não sei o que houve, mas sei que um engenheiro da Prefeitura foi o autor do projeto e do orçamento, foi o fiscal e o construtor...E esse não foi o único ponto construído, não! Ele construiu um igualzinho no terreno ao lado de sua (dele) casa ! Esse design pode até ser bonito (copiado do J Poletto), mas não pode virar um padrão, porque obstrui a calçada. Além disso estamos querendo construir cenários que remetam a uma cidadezinha pequena e aconchegante. Que lembrem uma aldeia de pescadores. Esse é o nosso diferencial das cidades vizinhas. (nem que seja fake)


Chama o Kleber 9 (final)

Foto divulgação Prefeitura de Búzios

Chama o Kleber 8

Foto facebook divulgação

Chama o Kleber 7



Comentários no Facebook: