Publicidade 1

Publicidade 1

publicidade 2

publicidade 2

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Políticos do interior do Rio de janeiro na lista de Fachin

Veja nomes de políticos do interior do RJ que também aparecem em lista do ministro Fachin
Eles foram denunciados por delatores da Odebrecht por suposto recebimento de recursos indevidos.
Seis políticos do interior do Rio aparecem na lista do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, com nomes de autoridades que podem ser investigadas por uma suposta ligação com a Operação Lava Jato.
São eles:

Rosinha e Garotinho, foto site noticias
1) Anthony Garotinho
2) Rosinha Garotinho
Caixa 2
PETIÇÃO 6.730
Trata-se de petição instaurada com lastro nas declarações dos colaboradores Benedicto Barbosa da Silva Júnior (Termos de Depoimento n. 37 e 38) e Leandro Andrade Azevedo (Termo de Depoimento n. 1), os quais relatam o pagamento em favor de Rosângela Barros Assed Matheus de Oliveira, nos anos de 2008 e 2012 de vantagens não contabilizadas, quando da campanha eleitoral para a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes – RJ. No mesmo contexto, narra-se o repasse de recursos também em favor de Anthony William Matheus de Oliveira, para fins da campanha eleitoral do ano de 2014, quando candidato ao governo do Estado do Rio de Janeiro.
Paulo Melo, foto jornal orebate

3) Paulo Melo
Caixa 2
PETIÇÃO 6.719

Trata-se de petição instaurada com lastro nas declarações prestadas pelo colaborador Leandro Andrade de Azevedo (Termo de Depoimento n. 5), o qual noticia a ocorrência de pagamento, no ano de 2014, por meio de recursos não contabilizados, à campanha de Paulo César de Melo Sá, então candidato à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e hoje deputado estadual.
Riverton Mussi foto o debate on

4) Riverton Mussi Ramos
5) Adrian Mussi
Caixa 2
PETIÇÃO 6.708
Cuida-se de petição instaurada com lastro nas declarações prestadas pelos colaboradores Leandro Andrade Azevedo (Termo de Depoimento n. 8) e Benedicto Barbosa da Silva Júnior (Termo de Depoimento n. 11), os quais narram a ocorrência de pagamentos indevidos em favor de Riverton Mussi Ramos, ex-Prefeito de Macaé/RJ, bem como a seu irmão, Adrian Mussi, a pretexto das campanhas eleitorais dos anos de 2008 e 2010, somas que não foram devidamente contabilizadas.
Sabino, foto Silva Jardim Portal

6) Alcebíades Sabino
Propina
PETIÇÃO 6.816
Trata-se de petição instaurada com lastro nas declarações dos colaboradores Benedicto Barbosa da Silva Júnior (Termo de Depoimento n. 12) e Leandro Andrade Azevedo (Termo de Depoimento n. 7). Segundo o Ministério Público, um dos colaboradores relata pagamento ao então candidato a Deputado Estadual Alcebíades Sabino dos Santos, no ano de 2006. Já sem indicar precisamente o valor repassado, é narrado que se alocou a despesa na obra de saneamento que o Grupo Odebrecht realizava no Município de Rio das Ostras, esclarecendo que se realizou novo pagamento para a campanha à prefeitura local, para a qual concorreria Alcebíades Sabino. O pagamento foi intermediado por Wayner Fajardo Gasparello.
Dr. Aluízio, foto youtube

7) Aluízio dos Santos Júnior
PETIÇÃO 6.697

Atual prefeito de Macaé. Trata-se de petição instaurada com lastro nos termos de depoimento dos colaboradores Renato Amaury Medeiros (Termos de Depoimento n. 1, 2 , 3 e 4) e Roberto Cumplido (Termos de Depoimento n. 7 e 8). Segundo o Ministério Público, os colaboradores noticiam o pagamento de vantagens indevidas a Eduardo Cunha, Andréia Légora, Helil Cardozo, Carlos Roberto Casteglione Dias, José Irineu de Oliveira, Rodrigo Coelho, Aluísio dos Santos Júnior, Marcos André Riscado de Brito, Jean Vieira de Lima, Alcebíades Sabino dos Santos, Everaldo Dias Pereira, entre outros. Todos esses repasses objetivavam garantir o interesse do Grupo Odebrecht em contratos do setor de saneamento de municípios do Rio de Janeiro.

Fonte: STF

Comentários no Facebook:

Guto Job Fachina neles !!!